Geriatria. Nutrologia. Ortomolecular.
Geriatria antiga 2018-11-13T15:17:13+00:00

Geriatria

O que é geriatria

É a especialidade médica que se integra na área da Gerontologia com o instrumental específico para atender aos objetivos da promoção da saúde, da prevenção e do tratamento das doenças, da reabilitação funcional e dos cuidados paliativos.

Abrange desde a promoção de um envelhecer saudável até o tratamento e a reabilitação do idoso. O processo de envelhecimento impacta no comportamento orgânico, demandando abordagens diferenciadas, assim como crianças e jovens apresentam especificidades que são tratadas pelo pediatra.
Geriatra é o médico que se especializou no cuidado de pessoas idosas analisámos inicialmente, a geriatria é assente na prevenção e não apenas no tratamento de doenças e incapacidades. É nessa óptica que direcionamos utentes de idade superior a 60 anos a consultas de geriatria, preparando-o para um envelhecimento saudável e assente na prevenção da doença.

Processos de envelhecimento

O envelhecimento é um processo natural inevitável. Não é um processo que consiste apenas na transformação do “adulto” no “idoso” – ocorrem um conjunto de alterações no nosso corpo (ou homeostenose) que tornam o indivíduo mais vulnerável a diferentes patologias. Tendo em consideração que o processo de envelhecimento pode ser beneficiado por um estilo de vida saudável, relembramos que nunca é tarde para adoptar estilos de vida saudáveis que promovam um envelhecimento saudável. Relembramos que prevenir é uma das palavras chaves.

O que trata a geriatria?

Voltando um pouco atrás, a geriatria é um ramo da medicina. O seu objetivo é acompanhar o utente de idade superior a 60 anos, utilizando três abordagens diferentes:

-Abordagem de prevenção: o médico educa o utente para hábitos de saúde saudáveis no momento de transição do utente adulto para idoso, modera a sua terapêutica (caso exista) e acompanha o utente num processo de senescência
-Abordagem de acompanhamento: o utente já se encontra num processo de senescência e é acompanhado pelo médico de uma forma preventiva e assente também na educação para a saúde
-Abordagem de tratamento: o médico acompanha e trata doenças pré-existentes, trabalha no sentido de prevenir sequelas de doenças atuais e atua sempre de forma preventiva baseada na educação para a saúde sobre a potencialidade de novas doenças associadas

Desta forma podemos dizer que a geriatria não é um tratamento. A geriatria é uma abordagem médica aos utentes idosos que visa estudar, prevenir e tratar doenças e incapacidades permanentes ou não.

Principal objetivo da geriatria

Após esta abordagem teórica, podemos com segurança afirmar que o objetivo da geriatria é acompanhar o utente idoso no seu processo de envelhecimento, estudando, prevenindo e tratando doenças, com o objetivo final de prolongar a sua vida e optimizar a sua qualidade de vida, sem esquecer o bem estar e a qualidade de vida dos cuidadores.

A geriatria deve ser multidisciplinar
Face às exigências patológicas de muitos utentes, geralmente são feitas associações formais ou informais entre os médicos de forma a melhor diagnosticar o utente. Por isso mesmo, o médico especializado em geriatria faz-se acompanhar por médicos especialistas noutras áreas relacionadas (cardiologia, ortopedia, entre outras), garantindo um melhor diagnóstico para um melhor tratamento.

O médico deve trabalhar junto também com outras especialidades não médicas para melhores resultados no tratamento, como por exemplo, a enfermagem, a fisioterapia, terapia da fala, entre outras áreas.