Geriatria. Nutrologia. Ortomolecular.

Você já ouviu falar em Síndrome de Usher?

Ainda bastante desconhecida, essa doença de origem genética associa surdez com a perda gradual da visão. Ela é considerada a principal causa de deficiência auditiva combinada com cegueira no mundo. Nela a perda da audição é resultado de uma mutação genética que afeta as células nervosas de um órgão do ouvindo interno, o mesmo responsável pelo equilíbrio. Este defeito genético também pode afetar células relacionadas a visão, por isso a cegueira e a surdez estão associadas. Normalmente, a doença afeta a visão noturna e depois a periférica, das laterais, preservando por mais tempo a central. A síndrome pode causar também sensibilidade a excesso de luminosidade.
Apesar de incuráveis, os efeitos da síndrome podem ser amenizados em alguns casos. Para as pessoas com casos de surdez parcial, há a indicação de cirurgias ou do uso de aparelhos auditivos. Os óculos também podem ser mais adequados, incluindo os de visão subnormal. No caso da retinose pigmentar podem aparecer problemas associados, como catarata e edema macular, que podem ser operados, permitindo que a pessoa enxergue melhor por mais tempo.

Mais uma vez, meus queridos, o indicado é procurar um profissional e seguir o tratamento correto.

Sobre o Autor:

Yara Dantas

Deixar Um Comentário