Geriatria. Nutrologia. Ortomolecular.

Gordura boa, existe?

Gordura boa. Parece que essas duas palavras não combinam né?! Mas é claro que não estamos falando de bacon nem daquela abinha da picanha, porque essas podem não fazer nada bem e causar inclusive inflamações intestinais muito desagradáveis. Mas há esperança, amigos, e gordura boa também! Aliás, muitas delas devem ser incluídas no cardápio de quem deseja levar uma vida saudável e quer até emagrecer. A gordura encontrada em produtos de origem vegetal e em algumas carnes está mais do que liberada. Elas trazem uma série de benefícios ao organismo, como a redução do colesterol ruim, o LDL, a regulação dos níveis de insulina e a diminuição da pressão arterial. Anota essas fontes boas e aproveite!

– Abacate
A fruta é uma ótima opção para quem quer um gostinho a mais no pão, na salada ou na vitamina. Mas fique atento às calorias: ½ abacate por dia é uma medida segura para não atrapalhar o #projetoverão.

-Oleaginosas
Elas são ricas em ômega-3, em especial as nozes. Não gosta? Castanha de caju, castanha do Pará, amêndoa e pistache também dão conta do recado.

-Peixes
Salmão, atum, sardinha e truta também contêm boas doses de ômega-3. Delicie-se com duas postas assadas por semana.
-Linhaça
Mais um integrante do time do ômega-3. Salpique um pouco em cima do iogurte ou salada e aproveite, além da gordura boa, toda a proteína disponível na semente.
-Azeite
Se você não usa esse óleo na cozinha, está na hora de experimentar. Vale adicionar a todo tipo de preparo: cozidos, assados, grelhados e, claro, pratos frios. Mas, por conta do alto valor calórico, limite-se a uma colher de chá por dia.
-Chia
Cheia de ômega-3, fibras, proteínas, minerais e antioxidantes, não é surpresa a semente ter recebido a fama de superalimento. Adicione um punhado à salada, ao suco, à tapioca, ao iogurte… enfim, ao que você quiser, afinal, ela é superversátil.

Sobre o Autor:

Yara Dantas

Deixar Um Comentário