Geriatria. Nutrologia. Ortomolecular.

A importância da fisioterapia preventiva

Infelizmente sabemos que é comum ouvirmos falar sobre quedas de idosos. A medida que o envelhecimento chega, aumentam as chances de haver quedas. Muitos são os fatores que contribuem para o desfecho do tombo em si, desde os menos complexos até os mais difíceis de serem evitados. Fisiologicamente, na terceira idade, existe já uma predisposição a perder o equilíbrio, a força,a visão e a audição. Como ninguém quer isso para o seu idoso, devemos sempre cuidar para evitar essas quedas e o trabalho da fisioterapia no paciente idoso está diretamente ligado a isso. A fisioterapia pode ajudar no equilíbrio, na força, na coordenação motora e na flexibilidade. O idoso pode ser orientado sobre como se comportar em relação ao uso de bengalas, muletas, calçados e sobre o espaço domiciliar mais apropriado para evitar os tombos. Prevenir é sempre melhor do que remediar, já diz o ditado popular.

Sobre o Autor:

Yara Dantas

Deixar Um Comentário