Geriatria. Nutrologia. Ortomolecular.

Alimentação que estimula o cérebro

Uma alimentação saudável e em quantidade adequada influencia o nosso aprendizado. Alguns alimentos estimulam a memória, o raciocínio e ajudam até a melhorar a concentração. Na hora de ir às compras, por exemplo, o setor mais colorido e saudável nem sempre é o preferido de jovens e adolescentes que buscam mais energia para os estudos. Eles geralmente optam por chocolate e café, mas se derem uma carga muito grande de glicose no organismo, sentirão uma certa sonolência.Por isso, o ideal é fazer uma substituição, como acrescentar uma colherzinha de chá de ginseng ao suco pela manhã aumenta a concentração de dopamina, que é um hormônio e ativa o estado de alerta. Outra indicação é o consumo de vegetais verdes escuros, como a rúcula, o almeirão e a sálvia, que melhoram a capacidade de concentração e o aprendizado.

Alimentos que estimulam o cérebro:

Ômega-3 – favorece a comunicação entre os neurônios e, assim, melhora a concentração, a memória e o aprendizado em geral. Pode ser encontrado na sardinha, arenque e cavala, além das sementes.

Vitaminas do complexo B – ajudam na energia, melhoram a memória e auxiliam na comunicação dos neurônios e no desenvolvimento deles. Estão presentes principalmente em proteínas animais (carne vermelha, aves e ovos) em leguminosas como feijão, lentilha e grão de bico, e nas sementes, como nozes, castanhas e amêndoas.

Sálvia (chá ou salada) – aumenta o poder de concentração em até três horas.

Açafrão – Inibe a morte de neurônios – no máximo 1 colher de chá por dia.

Ferro – forma a hemoglobina, que oxigena o sangue e o cérebro – fortalecendo a parte metabólica e energética. Presente na gema do ovo, feijão, sardinha, carnes escuras do frango e carnes vermelhas, principalmente as vísceras (como fígado).

Nitratos – Alimentos ricos em nitratos aumentam a irrigação do sangue no cérebro e são recomendados para quem desenvolve trabalhos intelectuais. A indicação é consumir beterraba, repolho, espinafre, nabo e aipo.

Colina – aminoácido importante para as células nervosas que ajuda, portanto, a memória e a cognição. Presente na gema do ovo e na soja.

Sobre o Autor:

Yara Dantas

Deixar Um Comentário